IC17.03 – Projeção de safra – Algodão – março 2017


PROJEÇÃO DE SAFRA 2016/17

A Céleres®, no 8º levantamento da safra de algodão 2016/17, mantém a estimativa de área a ser cultivada em 927,6 mil ha, queda de 4,2% em relação à safra passada.
A produtividade deverá se recuperar depois de uma safra bastante ruim na temporada passada. Estima-se um avanço de 8,5%, devendo alcançar 1,56 t/ha em 2016/17.
Com isso, a produção em caroço deverá ser de 2,24 milhões t, e a produção de pluma deverá ficar em 1,44 milhão t, registrando um aumento de 4% em relação à safra passada.
As condições produtivas no Oeste Baiano são regulares e melhores que na safra passada. Já no Mato Grosso, apesar das chuvas, os trabalhos de plantio já foram finalizados.

Além das informações e dados contidos nesse informativo, a Céleres dispõe de um robusto banco de dados, contendo as principais informações do agronegócio detalhadas por estados e regiões, tais como preços diários de commodities agrícolas desde 1998, balanço de oferta e demanda mensal dos principais mercados agrícolas no Brasil, desde a safra 1996/97, acompanhamento semanal da evolução de safra de milho e soja desde a safra 2000/01 e muito mais.
Caso precise de informações mais detalhadas, entre em contato conosco que teremos o maior prazer em lhe atender.

 

Copyright © Céleres 2017 Todos os direitos reservados. Toda a informação contida neste documento é de propriedade intelectual da © Céleres – your agribusiness intelligence


 

DEPARTAMENTO DE PESQUISA

Cecília Fialho
cfialho@celeres.com.br
Enilson Nogueira
enogueira@celeres.com.br
Erickson Oliveira
eoliveira@celeres.com.br
Giovanna Dias
gdias@celeres.com.br
Jorge Attie
jattie@celeres.com.br
Juliano Cunha
jcunha@celeres.com.br
Vinícius Paiva
vpaiva@celeres.com.br

EDITOR CHEFE
Anderson Galvão
agalvao@celeres.com.br

 

logo-celeres-sem-slogan
your agribusiness intelligence

Av. Nicomedes Alves dos Santos, 1205 | Sala 208 Uberlândia, Minas Gerais – 38.411-106



Copyright © Céleres 2017 Todos os direitos reservados. Toda a informação contida neste documento é de propriedade intelectual da © Céleres – your agribusiness intelligence