IC17.04 – Projeção de safra – Milho – Abril 2017


PROJEÇÃO DE SAFRA 2016/17

Para a safra de inverno, a Céleres® projeta área 8% maior em relação à safra anterior, devendo alcançar 11,3 milhões ha em 2016/17.
O avanço de área nesta temporada está ligado à estabilidade/queda dos custos de produção e à expectativa de preços ainda remuneradores para o milho, no segundo semestre.
A produtividade projetada é de 5,6 t/ha, forte recuperação de 31% em relação à safra passada. A julgar pelo cenário climático favorável e por custos de fertilizantes menores nessa temporada, é provável que os investimentos nas lavouras sejam bem melhores que na última safra.
Embora seja cedo para afirmar, tal fator aumenta a probabilidade da 2ª safra ter níveis elevados de produtividade, o que, mantida a normalidade, reforça a ideia de ajustes positivos nos próximos acompanhamentos.
Desta forma, a produção é estimada em 63,9 milhões t em 2016/17, aumento expressivo de 42% em comparação com a temporada passada, consolidando a percepção de uma safra cheia no segundo semestre deste ano.
Em âmbito nacional, a temporada 2016/17 será uma safra de reajuste dos estoques e de mais pressão sobre os preços. No entanto, uma possível recuperação dos preços internacionais no segundo semestre dará algum suporte ao mercado nacional.

 

PROJEÇÃO DE SAFRA 2017/18 NOS EUA

Segundo as estimativas do USDA, a área deverá ser 4,2% menor que na safra passada, encolhendo para 36,4 milhões ha. Tal queda condiz com as relações desfavoráveis dos preços de milho, que deve ceder espaço para soja. Em condições normais de produtividade, a queda de área deve ajustar a relação entre os preços de milho e soja nos EUA.
Considerando tais intenções, a Céleres® estima uma produção de milho nos EUA em 369 milhões t em 2017/18, queda de quase 5% em relação à safra passada.
Com a demanda pelo cereal norte-americano caminhando para 384,4 milhões t (+ 4%), os estoques finais ficarão em 44,6 milhões t em 2017/18. A relação estoque/consumo deverá cair para 11,6%, o que seria suficiente para 42 dias de consumo. Esse patamar é 27% menor que o observado na safra 2016/17.
Mesmo com a tendência de recuperação acima mencionada, a Céleres® recomenda que o produtor adote uma postura conservadora e já assegure o custo produção com vendas futuras. Contudo, a Céleres® entende que ainda haverá uma boa janela de comercialização no segundo semestre, sustentada, principalmente, pela melhora das cotações internacionais e pela perspectiva de avanço das exportações brasileiras neste período.

Além das informações e dados contidos nesse informativo, a Céleres dispõe de um robusto banco de dados, contendo as principais informações do agronegócio detalhadas por estados e regiões, tais como preços diários de commodities agrícolas desde 1998, balanço de oferta e demanda mensal dos principais mercados agrícolas no Brasil, desde a safra 1996/97, acompanhamento semanal da evolução de safra de milho e soja desde a safra 2000/01 e muito mais.
Caso precise de informações mais detalhadas, entre em contato conosco que teremos o maior prazer em lhe atender.

 

Copyright © Céleres 2017 Todos os direitos reservados. Toda a informação contida neste documento é de propriedade intelectual da © Céleres – your agribusiness intelligence



DEPARTAMENTO DE PESQUISA

Enilson Nogueira
enogueira@celeres.com.br
Erickson Oliveira
eoliveira@celeres.com.br
Giovanna Dias
gdias@celeres.com.br
Jorge Attie
jattie@celeres.com.br
Juliano Cunha
jcunha@celeres.com.br
Vinícius Paiva
vpaiva@celeres.com.br

EDITOR CHEFE

Anderson Galvão
agalvao@celeres.com.br

logo-celeres-sem-slogan
your agribusiness intelligence

Av. Nicomedes Alves dos Santos, 1205 | Sala 208 Uberlândia, Minas Gerais – 38.411-106


Copyright © Céleres 2017 Todos os direitos reservados. Toda a informação contida neste documento é de propriedade intelectual da © Céleres – your agribusiness intelligence