IC17.05 – Projeção de safra – Soja – Maio 2017


PROJEÇÃO DE SAFRA 2016/17

O avanço da colheita no país evidenciou as produtividades acima do observado em ciclos anteriores. Segundo as pesquisas de campo da Céleres®, 99% da área já se encontrava colhida até dia 05/05.
Diante de meses parado em função do desinteresse da ponta vendedora, o mercado se aqueceu na última semana, com os produtores aproveitando a recuperação dos preços internos.
Por exemplo, as negociações no porto de Paranaguá (PR) ficaram em torno de R$ 69,5/sc no dia 05/05, aumento de 4,5% em relação ao mês anterior (R$ 66,5/sc), porém, houve queda de 15% na comparação com o ano anterior.
O aumento das cotações internas se deve às valorizações no cenário internacional, ao câmbio e às altas exportações da oleaginosa. Perante isso, a comercialização avançou cerca de três pontos percentuais na primeira semana de maio/17, alcançando 54% até dia 05/05. O avanço semanal dessa proporção não acontecia desde o ano passado e tal aumento deve seguir com a sustentação de preços no curto prazo.
A Céleres®, no décimo levantamento da safra 2016/17, mantém as estimativas de área plantada e produção recorde de soja para a atual temporada.
O avanço da colheita no país evidenciou as produtividades acima do observado em ciclos anteriores. Segundo as pesquisas de campo da Céleres®, 99% da área já se encontrava colhida até dia 05/05. Atualmente, a produtividade para 2016/17 está estimada em 3,36 t/ha.
A produção deve alcançar 113,8 milhões t, avanço de 17% em relação à temporada passada, um volume recorde para a safra brasileira.

 

ANÁLISE DE RETENÇÃO DA SAFRA 2016/17

A análise de retenção da safra 2016/17 segue mostrando que segurar a produção não é vantajoso para o segundo semestre com o mercado futuro já refletindo expectativa de safra maior nos EUA.
A estratégia de venda imediata, como ocorreu na última semana, se coloca como a tática mais assertiva, com o produtor (1) aproveitando da recuperação de preços, (2) minimizando riscos com a tendência de queda no longo prazo e (3) diminuindo potenciais problemas de armazenagem do grão, sobretudo, diante de uma safra cheia de milho.
Neste cenário, a Céleres® aconselha que o produtor siga atento ao mercado nas próximas semanas, sobretudo, quanto aos possíveis períodos de especulação climática em Chicago, e já encaminhar novos lotes, uma vez que a tendência é baixista para o restante do ano.

 

Além das informações e dados contidos nesse informativo, a Céleres dispõe de um robusto banco de dados, contendo as principais informações do agronegócio detalhadas por estados e regiões, tais como preços diários de commodities agrícolas desde 1998, balanço de oferta e demanda mensal dos principais mercados agrícolas no Brasil, desde a safra 1996/97, acompanhamento semanal da evolução de safra de milho e soja desde a safra 2000/01 e muito mais.
Caso precise de informações mais detalhadas, entre em contato conosco que teremos o maior prazer em lhe atender.

Copyright © Céleres 2017 Todos os direitos reservados.
Toda a informação contida neste documento é de propriedade intelectual da
© Céleres – your agribusiness intelligence


DEPARTAMENTO DE PESQUISA

Enilson Nogueira
enogueira@celeres.com.br
Erickson Oliveira
eoliveira@celeres.com.br
Giovanna Dias
gdias@celeres.com.br
Jorge Attie
jattie@celeres.com.br
Juliano Cunha
jcunha@celeres.com.br
Lourenço Teixeira
lteixeira@celeres.com.br
Vinícius Paiva
vpaiva@celeres.com.br

EDITOR CHEFE

Anderson Galvão
agalvao@celeres.com.br

logo-celeres-sem-slogan
your agribusiness intelligence

Av. Nicomedes Alves dos Santos, 1205 | Sala 208 Uberlândia, Minas Gerais – 38.411-106



Copyright © Céleres 2017 Todos os direitos reservados.
Toda a informação contida neste documento é de propriedade intelectual da © Céleres – your agribusiness intelligence